14 de abril de 2010

O Abril começou em grande!

Esta irá ser uma publicação rápida e concisa, com muitas fotos a comprovar como Abril tem sido um mês ocupado para este vosso ilustre artista das ilusões. Para tal, e para não ser maçador com muitas palavras, apresento-vos toda uma sequência de imagens de como vivemos este "arranque do mês"...


...Figura_01: Começamos com a ida até aos meus pais, no domingo de Páscoa. Aqui nós os dois com a minha mãe.


...Figura_02: O almoço em família, na casa do meu irmão.


...Figura_03: Houve ainda tempo dos meus pais brincarem um pouco. Aqui a minha mãe a empurrar o meu pai no baloiço!


...Figura_04: Claro que o normal seria ao contrário, pelo que a minha mãe isso reivindicou conseguindo que o meu pai invertesse os papéis.


...Figura_05: A minha prima Isabel ainda nos foi visitar depois do almoço (é a que está ao meu lado)...


...Figura_06: A Zé com a minha madrinha Fernanda.


...Figura_07: Na terça-feira, e dado que os meus joelhos reclamaram das corridas que ia fazendo numa greve que até hoje dura, avançámos com nova caminhada pelo percurso caseiro. Só que, infelizmente, teremos que encontrar percurso alternativo pois a construção de uma fábrica faz com que milhentos camiões que transportam terra de lá, nos levantem uma núvem de poeira nada simpática para os nossos pulmões. Eis o momento da despedida...


...Figura_08: No dia seguinte, quarta-feira, a nossa sobrinha Sofia veio até cá visitar-nos. Eis o registo da sua chegada, com a tia Zé a recebê-la num apertado (e maluco) abraço de saudades!


...Figura_09: E porque ainda não tínhamos estado com ela desde o seu aniversário em Março, pensámos em ofertar-lhe o almoço num local especial. Porque estava de férias de Páscoa, tentámos levá-la à "Escola", em Macieira de Alcôba (algures nos confins do Concelho de Águeda). Não é a escola que pensam, mas sim um restaurante que nos foi recomendado. E disse "tentámos" porque não conseguimos ali almoçar. Depois de tortuosos 60 km por pequenas estradas e matas, deparámos com o restaurante fechado para obras. Azar, né?


...Figura_10: Acabámos por rumar a Sever do Vouga e dali até Pessegueiro do Vouga e ao restaurante "A Gruta", mesmo ao lado do Rio com o mesmo apelido. Aqui tia e sobrinha já cheias de fome, quase a roçar a inanição...


...Figura_11: Também eu quis ficar na foto, ao lado da nossa sobrinha Sofia.


...Figura_12: Os três da vida airada, na lateral do restaurante, bem junto ao Rio Vouga. Paisagem bem bonita...


...Figura_13: A Sofia em pose, ao seu estilo de grande artista!


...Figura_14: Também nós quisemos uma foto, já que a paisagem era convidativa.


...Figura_15: Descobrimos ainda um ponto de passagem de um qualquer percurso pedestre, que um dia mais tarde procuraremos explorar. Vêem o sinal que eu estou a apontar?


...Figura_16: Nessa noite fomos jantar pizza (pois claro!) à Pizzarte já com o André também presente, seguindo então para a Feira de Março.


...Figura_17: Desta vez não montei o tripé; foi mesmo alguém que passava quem nos fez a foto de grupo.


...Figura_18: Ali voltei a treinar a minha pontaria no tiro ao alvo. Comprovei que ainda sou bom, mas não tanto quanto eu pensava, pois não consegui derrubar os 10 alvos com os 12 tiros (penso que fiquei pelos 8!)


...Figura_19: No dia seguinte almoçámos no restaurante Salpoente, despedindo-nos desse modo da visita da Sofia. Depois a Zé esteve a colaborar com este restaurante, na sua decoração para uma filmagem que a RTP Internacional ali iria fazer na sexta. Eis o seu aspecto noturno, já com a "cara lavada" pela pintura na fachada.

E chegámos ao dia 10, sábado, dia previsto para o meu rearranque mágico com as "Noites Mágicas no Hotel Moliceiro". Mas desse evento farei amanhã nova publicação com fotos, para vos apresentar um pouco da magnífica noite que ali passámos! Fiquem bem...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home