28 de março de 2010

Grupo Mágico "de Sintra" na Nazaré

Tal como tinha prometido na última publicação, hoje vou contar-vos como decorreram os Encontros da Nazaré do Grupo Mágico "de Sintra" (e sim, mantenho "de Sintra" entre aspas, pois o nome corresponde a um grupo de mágicos que, há 21 anos atrás, teve a iniciativa de se reunir num hotel em Sintra para discutir temas relativos a esta nossa arte/paixão. Desde então, ano após ano, o Grupo foi-se alargando a novos elementos que acorreram a estes encontros, após o que, há 8 anos atrás, a iniciativa saíu de Sintra e partiu à conquista de Portugal. Luso, Mangualde, Covilhã, Óbidos, Tomar, Vimeiro, Unhais da Serra e agora Nazaré foram os últimos locais escolhidos para estes encontros que têm servido de mote para nos encontrarmos em alegres tertúlias, discussões temáticas, informações históricas, explicação de técnicas e até apresentações em galas).
Este ano o local eleito foi a Nazaré e o Hotel Praia. Para ali nos dirigimos na sexta-feira, 19 de Março, dia do pai, encontrando-nos ao final do dia com os amigos no Hotel, donde saímos para jantar num restaurante que, viemos a saber, pertence aos donos do hotel (e talvez isto ajude a explicar o porquê de eles terem algumas falhas graves no funcionamento desta unidade, o que até é pena pois o local é aprazível, o quarto onde ficámos bastante acolhedor, mas o serviço apresenta graves lacunas, quer ao nível da higiene quer do funcionamento dos serviços. Mas isto seria outra história, e não é essa que vou aqui contar).


...Figura_01: O Hotel Praia (da Nazaré), onde decorreram os Encontros.

Dizia eu que fomos jantar ao restaurante ali na marginal; só que, nitidamente, eles não estavam a contar com um grupo tão grande de pessoas a entrar-lhes pela casa adentro, assim repentinamente, já que o serviço demorou mais de hora e meia só para nos servirem o jantar. Claro está que, com isso, os trabalhos se iniciaram com bastante atraso... mas nem isso nos fez comer mais rapidamente ou regressar a correr ao hotel. Ná! Até porque o primeiro moderador era o Ivo (o nosso bem conhecido Fred Allen), que se manteve bem até ao fim no restaurante, a saborear a sua mariscada e o seu vinhinho branco fresquinho.


...Figura_02: Dois dos ilustres congressistas (Phil Mount and Maria), a saborearem um tinto regional e o bacalhau assado da praxe.


...Figura_03: Na nossa mesa ficou ainda o Daniel, outra das jovens promessas no panorama mágico nacional, aqui repartindo novo brinde com a minha maridona.

O programa previa os "inícios das hostilidades" pelas 21H30 mas nós, contrariando a tradicional apetência portuguesa para o atraso, antecipámo-nos... para as 00H30. Leram bem, antecipámo-nos! Disso não restam dúvidas. Afinal 00H30 vêm antes das 21H30, certo? Ah! Só um pequeno pormenor: em vez de sexta, era mesmo madrugada de sábado. Mas, enfim, um detalhe de sómenos importância, não concordam?
E o Ivo não nos defraudou, e mesmo com algumas pessoas já a dormitar (não é verdade, Dr. Cardoso?), o tema por ele apresentado foi deveras interessante. Este primeiro tema versava a "Vida e Obra de Hofzinser", um extraordinário ilusionista austríaco do século XIX que nos legou vários efeitos e equipamentos por ele inventados ao serviço da cartomagia... mas não só!


...Figura_04: A apresentação de "Mestre" Fred Allen, o nosso sempre bem disposto Arquitecto Ivo que a preparara com o Jomaguy (ausente destes Encontros por ocupações extras pela Invicta).


...Figura_05: A assistência ouvia, atenta, as explanações sobre Hofzinser... bom, por momentos distraí-me, para "me fazer à foto"!...


...Figura_06: Na lateral estavam outras espectadoras também atentas: a minha maridona Maria José e a "mais que tudo" do Mário Daniel, a Cláudia (essa mesmo da Praça da Alegria).

O dia seguinte iniciou-se pelas 10H30, desta vez sem grandes atrasos, com o Mário Daniel e o pequeno Miguel (o primeiro uma já referência no mundo da magia actual e o segundo uma verdadeira revelação... para os menos atentos, claro!) a explicarem-nos uma das técnicas mais usuais no mundo da magia com cartas: o Salto (também conhecido como "Fischer Pass" ou simplesmente "Pass"). É, sem dúvida, uma técnica um pouco difícil, que requer bastante treino, mas o Mário e o Miguel fizeram-na parecer (quase) fácil. Gostei da apresentação que prepararam...


...Figura_07: Os dois coordenadores Mário Daniel e Miguel, aqui com a minha colaboração numa das suas apresentações de um efeito com recurso ao Salto.


...Figura_08: Mais uma vez sob o olhar de duas espectadoras atentas, a aprenderem algo sobre esta técnica do Sr. Fischer (agora já as conhecem: a Cláudia e a Maria José, certo?)

Seguiu-se nova apresentação, desta feita coordenada pelo Rovit (um dos fundadores destes Encontros), pelo Barata e pelo Nó Cego (tudo nomes artísticos), versando os efeitos com os elásticos. Mais uma apresentação interessante, connosco muito atentos a treinar os efeitos indicados.


...Figura_09: O Rovit mostrando-nos o CD que nos prepararam com várias técnicas utilizadas na magia com elásticos.


...Figura_10: Connosco a treinar alguns efeitos com estes elastómeros tão singelos. Reconhecem esta mão assim tão sexy? Adivinharam...

Depois do almoço ali no Hotel, seguimos para a segunda parte, dando continuidade ao tema dos elásticos. Seguiu-se uma apresentação do Grande mágico espanhol Camilo Vasquez, já campeão do mundo nos idos anos setenta, que nos apresentou uma rotina de "Matrix" prometida desde Unhais da Serra (os Encontros GMS do ano passado), mas que a todos nos encantou.


...Figura_11: Camilo Vasquez e a sua apresentação extra do Matrix (cartas e moedas).


...Figura_12: Seguindo-se-lhe António Ferragut, outro dos "monstros" da magia espanhola, também ele presença assídua nestes Encontros, e que nos fez a apresentação do quarto tema: "Moedas ao Copo", num improviso pela falta do coordenador indicado, o português Eduardo Fernandes.


...Figura_13: Foi a vez do sueco Jahn Gallo nos apresentar a sua "Charla", que também nos divertiu imenso.

Foi muito agradável esta presença, mas para espectadores mais atentos notava-se-lhe alguma perturbação; viemos depois a saber que era devida à ausência da sua esposa, falecida recentemente (e ele bem o deixava transparecer sempre que nos encarava a nós, a mim e à Zé, recordado que estava da última vez que estivemos juntos, em Setembro 2008 no MagicValongo, ainda com a sua esposa presente). A foto que se segue é uma sentida homenagem a este casal agora separado pela força da morte.


...Figura_14: Jahn Gallo e a sua esposa, em conversa animada com a Maria José, no almoço de encerramento do Magic, em Setembro de 2008.


...Figura_15: Seguiu-se o jantar no Hotel, terminados que estavam as apresentações deste dia. Para mim uma dieta especial, de bacalhau com bróculos, mas disfarçando o sabor com o tinto da região. E ficámos ou não ficámos bonitos, com aquele quadro por detrás?


...Figura_16: E porque nesta noite chuvosa a Nazaré experimentou um enorme apagão que até polícia envolveu (disseram, que nada vi, para proteger as ruas de eventuais assaltos no oportunismo do escuro), eu, num autêntico passe de magia (efeitos de previsão), mostrei que adivinhara que tal iria acontecer, alertando todas as pessoas para essa eventualidade com a minha mais recente camisola. E esta, hein?


...Figura_17: Seguiu-se a Gala final, com apresentação do meu amigo Rui Fernandes (que, vim a descobrir todos estes anos depois, numa foto antiga do meu tempo de tropa em Mafra, que ele tinha sido da minha companhia nessa recruta militar) Coube ao Barata abrir o espectáculo com o seu número de cordas.


...Figura_18: Actuou depois o Manuel Lacerda, filho do grande Pedro Lacerda, mostrando que, efectivamente, "quem sai aos seus não... é de Genebra!"


...Figura_19: Foi a vez do "miúdo" Miguel. "Miúdo" só de idade, pois revela já enorme maturidade na apresentação dos seus efeitos. Aqui secundado pela minha maridona Zé, chamada para participar no seu efeito com cartas.


...Figura_20: Seguiu-se a actuação do Jahn Gallo, que chamou o Rui Fernandes (à esquerda) e o Nó Cego (à direita) para apresentar um dos seus truques.


...Figura_21: Mas o Gallo chamou ainda a minha maridona, para novo efeito apresentar (como vêem, não sou só eu que tenho tendência a chamar miúdas giras para me acompanharem no palco!).


...Figura_22: E a Gala terminou em grande com o Camilo Vasquez a apresentar-nos o seu espectacular efeito do aparecimento da carta assinada dentro de uma garrafa de whisky, perante o olhar atento (e atónito) da Cláudia (também ele a chamar outra mulher bonita ao palco, comprovando assim a minha teoria).


...Figura_23: No final os artistas compareceram para o aplauso final e para a fotografia da praxe.


...Figura_24: E porque a noite era de festa, as mulheres quiseram também fazer a sua foto artística.


...Figura_25: Mas depois foi a luta, com elas a quererem embelezar ainda mais a pose... pelo que me chamaram para ali. Senti-me... um homem entre mulheres!


...Figura_26: No final da noite aconteceu a "Magia Noturna": sentámo-nos no hall do hotel, a treinar passes ou simplesmente a conversar...


...Figura_27: Também foi nesta noite que, oficialmente, assumi o compromisso de começar a entusiasmar-me pela cartomagia, passando a andar com um baralho na mão...


...Figura_28: E vivam as mulheres que sempre nos acompanharam nesta maratona pela noite fora: a Zé e a Cláudia de um lado, e do outro a Raquel e a Flávia.

Na manhã de domingo lá fomos nós, ainda com um ar bem sonolento pela curta noite dormida, fazer a Análise dos Encontros e a Votação dos temas para o próximo ano de 2011. Estes foram:

- Vida e Obra de Fred Kaps (novamente coordenado pelo Fred Allen, pela sua enorme cultura historiográfica da vida de ilustres ilusionistas do passado);
- Topit: este aparato tão útil na vida de um mágico de palco (coordenado pelo Mário Daniel e alguém que o acompanhará);
- Anel e Fio: a apresentação de várias técnicas e efeitos usando estes elementos (coordenado pelo Rovit e pelo Rui Fernandes)
- O Improviso Pensado, onde será debatido o tema de "improvisar" efeitos com recurso a elementos do quotidiano, apresentados como se fossem improvisos mas que foram previamente pensados. E aqui, pasmem-se: os coordenadores são o Daniel e... o Phil Mount! (ainda agora me pergunto como me fui eu meter nisto, mas... alguma vez teria que ser!)


...Figura_29: A reunião de encerramento dos Encontros na Nazaré, com a votação dos temas propostos.

E no final da manhã viemos embora, eu e a Zé, rumo à Figueira da Foz e a um bem apetecido gelado no Emanhá, saboreado na marginal daquela praia.


...Figura_30: Eis as duas estrelas de cinema em pose para os paparazzi figueirenses, após se terem deliciado com os gelados da Emanhá.

E foi assim que decorreram estes 21.ºs Encontros. Para o ano lá (esperamos) estar de novo! Fiquem bem...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home