13 de abril de 2012

EB Esgueira - nova apresentação do Livro "O Menino que Sonhava Salvar o Mundo"!

O dia 6 de Março foi memorável. Para os alunos da Escola Básica de Esgueira; para o autor Filipe L. S. Monteiro (que, curiosamente, sou eu mesmo!); para os professores da EB; para o responsável pela biblioteca e por esta semana da leitura na sua biblioteca escolar; e para o ()a grande mentor (a) deste momento - a minha amiguinha Catarina! É verdade... Foi esta nossa "sobrinha", filha do meu brother Pinga Chico, quem teve a brilhante iniciativa de sugerir ao professor Bruno Cardina, uma ida deste famosíssimo escritor acima identificado (e que aqui continua a ser o je, moi même), à sua escola, para falar do livro "O Menino que Sonhava Salvar o Mundo", espalhando mais um pouco da sua magia por várias dezenas de crianças (e alguns professores).
E se ambos bem o pensaram, a Catarina e o professor Bruno, melhor ainda o realizaram. É que as três sessões que ali realizei foram fantásticas, com as crianças a delirarem com a história e principalmente com a magia, estando eu certo que não esquecerão tão cedo aqueles momentos ali comigo partilhados. Por isso manifesto aqui o meu agradecimento ao Bruno Cardina e, claro, à Catarina. Obrigados!
E vamos à selecção de fotos que ilustraram o momento, "para mais tarde recordar"...












...Figura_01: O cartaz que apresentava o que ali iria ocorrer, neste dia integrado na semana da leitura.


...Figura_02: A mesa que me aguardava, preparada a rigor...


...Figura_03: O momento em que o professor Bruno Cardina faz a introdução do autor (eu sei! quase esquecia o adjectivo "famosíssimo"!) aos seus alunos.


...Figura_04: E reparem na fantástica plateia que nos ouvia, atentamente. Que responsabilidade, berdad?


...Figura_05: Claro que o momento alto, em cada uma das sessões efectuadas, é (quase invariavelmente), quando mostro o copo com a água...


...Figura_06: E surge aquele momento mágico em que um peixinho (verdadeiro) cai da folha escolhida pela criança para esse mesmo copo com água...


...Figura_07: E esta é a expressão com que eles ficam, ao comprovar que o peixe "é mesmo verdadeiro, e nada e tudo!"...


...Figura_08: Depois desse momento mágico, chega a vez da apresentação do livro e da bonita história que ali conto.


...Figura_09: E reparem na atenção que, também nesse momento, conseguimos obter daquelas crianças... Digno de registo!


...Figura_10: E essa mesma atenção foi sempre conseguida por todas as turmas que ali me foram ouvir (e ver)...


...Figura_11: Mas, claro, que o que mais os fascina será mesmo a magia que também ali lhes faço...


...Figura_12: No final da sessão ainda tive o privilégio de ser presenteado com uma magnífica caneta, cortesia do professor Cardina!


...Figura_13: Além de, claro, uma fotografia com cada um dos grupos que por ali passaram...


...Figura_14: Também a parte comercial esteve presente, com vários livros a serem adquiridos e devidamente autografados (com dedicatória personalizada, claro!).


...Figura_15: E cada grupo presente fez "trabalho de casa", preparando os seus "livros gigantes" devidamente ilustrados, todos dedicados ao Autor e ao "Menino..."


...Figura_16: E eis a nossa amiga Catarina, com o livro preparado pela sua turma...


...Figura_17: Cada um dos livros por eles preparado, teve honras de exposição num dos murais da escola.


...Figura_18: Eis a Catarina a mostrar-me, orgulhosamente, o magnífico trabalho preparado por si e pelos seus colegas...


...Figura_19: E reparem nas magníficas ilustrações realizadas pelos diferentes alunos, sempre com um pequeno texto que lhes ficava da leitura do livro "O Menino..."


...Figura_20: Estão de parabéns, todos e cada um deles, alunos e professores responsáveis, pelo fantástico trabalho que ali realizaram, e que me deixaram todo orgulhoso!


...Figura_21: E não é caso para menos. Senão, reparem, cliquem nas várias fotos para as ampliarem e reparem na riqueza de pormenores que ali desenharam; ou nos magníficos textos que as acompanham...

Foi por tudo isto que saí desta escola com a firme convicção que, neste dia, todos os presentes enriqueceram a sua cultura e, principalmente, a sua capacidade de imaginação. Como poderia não ficar "babado" enquanto autor?
Fiquem bem!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home