6 de junho de 2011

Caminhada Tocacaminhar: PR3 - Trilho da Ponte de Ferro (Águeda)

Dando continuidade à minha (esforçada) tentativa de recuperar algum atraso nas minhas publicações, sigo de imediato para a descrição do pequeno percurso (sim, não foi bem uma caminhada mas mais uma pequena "passeata") que os Tocacaminhar fizemos no passado dia 22 de Maio pela área do Travassô, ali nos arredores de Águeda. Por isso mesmo, e para não perder mais tempo (já que estou numa de o recuperar depressa, até porque a partir de hoje teremos a direita no Governo, em mais uma troca, já habitual desde o 25 de Abril, entre o PS e o PSD a dirigirem (mal) este nosso país, e o futuro afigura-se bastante negro...), passo de imediato para as fotografias ilustrativas...


...Figura_01: Começo com a tradicional foto de grupo que aderiu a esta "passeata", registando-se três estreias. Sempre mantendo a ordem, isto é, da esquerda para direita (tal como aconteceu nestas eleições) e de cima para baixo (perceberam a "analogia"?), temos: (Ops! primeira branca. Nome de código: Miss Xis. Sorry!); seguem-se Luís, Liliana, Cândido, Sandra, Antonieta, António Morais (primeiro estreante), Ana Parreira (segunda estreante). Em baixo: Filipa, Vanessa (terceira estreante), Marco, Filipe e Zé.


...Figura_02: O mapa do percurso...


...Figura_03: E lá bamos nós, PR abaixo, dando corda às botas, oleando a língua e preparando as máquinas fotográficas...


...Figura_04: O percurso seguia pelas faldas da Pateira (de Fermentelos), mas do lado de Águeda (ou de Travassô, mais propriamente!), por uma paisagem bem bonita...


...Figura_05: Como podem constatar nesta imagem... (Ei! Estou a falar da paisagem, não das caminhantes... seus pervertidos! lol)


...Figura_06: O mesmo trecho com novos figurantes... (Ei! Eu estou de olho em vós! Comportem-se...)


...Figura_07: O percurso ia-se desenvolvendo perante o olhar atendo de alguns moradores locais...


...Figura_08: N. Sra. do Amparo ficara já para trás, seguindo nós para o trilho da ponte de ferro, que dá nome ao PR.







...Figura_09: Como já adivinharam, este nome deve-se à existência da linha do Vouguinha, ali ao lado... Claro que, sempre sob o olhar vigilante lá das alturas!


...Figura_10: E tal como previsto, o comboio lá fez Púu Púu à nossa passagem (não sonoramente mas em pensamento!), som esse, aliás, registado na fotografia...


...Figura_11: Os nossos três "caloiros" em grande performance: Ana, Vanessa e António...


...Figura_12: Seguindo-se-lhes o Luís e o Marco também em bom ritmo...


...Figura_13: E porque elas sabem que os últimos serão sempre os primeiros, a Antonieta e a Zé não se importavam nada de fecharem a cauda ao pelotão...


...Figura_14: A Liliana ficará sem saber se o Luís estava a fazer pose para a sua foto ou se era para a minha... E nem ele! lol


...Figura_15: O que estariam eles a combinar? Certamente alguma conspiração... Se Salazar fosse vivo, uma multidão assim reunida daria mais que motivo para a intervenção da PIDE...


...Figura_16: A Filipa apanhada em mais um dos seus momentos zen-ó-fotográficos...


...Figura_17: Foi com esta fotografia que concorri para o emprego de Paparazzi, revelando toda a mestria requerida para fazer fotografias a personalidades a partir dos locais mais inesperados e sem ser avistado... (Adivinharam! Não consegui o emprego...)


...Figura_18: A bela Vanessa jogando-se nos meus braços? Ná! Apenas uma foto panorâmica do percurso... lol


...Figura_19: Panorâmica essa de imediato ocupada pelo trio Luís, Zé e Filipa...


...Figura_20: Não! Não é esta a ponte de ferro...


...Figura_21: E sim esta, com o Vouguinha a passar por cima de nós (salvo seja!)


...Figura_22: N. Sra do Amparo ficara já a 1,7 km para trás, seguindo-se agora a Ponte do Requeixo a 1100 metros sempre à beira rio.


...Figura_23: Mais uma imagem da bonita paisagem que percorríamos em ritmo de passeio...


...Figura_24: Enquanto ali ao lado, nas águas correntes, lamacentas e aparentemente bastante poluídas algumas mulheres lavavam as tripas que dariam origem a enchidos sabe-se lá a serem mais tarde comidos por quem, ao ritmo da música: "Povo que lavas no rio, e talhas com o teu machado, as tábuas do meu caixão..."


...Figura_25: E cá está a Ponte do Requeixo, indicando-nos que mais 1,1 km tinham já sido calcorreados...


...Figura_26: Eis que, subitamente, formando-se no meio do feno cortado (primeiro) e depois no caminho que percorríamos, vimos um mini-tornado a formar-se, ali bem no meio de nós! Seriam os espíritos da Pateira a quererem comunicar connosco? Foi uma experiência fantástica...


...Figura_27: E ainda com aquela imagem na mente o grupo reagrupou-se, continuando firmemente rumo à meta final.


...Figura_28: Com o "homem do pau" a querer fazer uma gracinha...


...Figura_29: Perante o olhar atento do casal Luís e Liliana.


...Figura_30: E agora um pequeno reparo às Entidades que prepararam este PR. De que vale fazer alusão que, a 100 m, existe uma antiga casa da EDP para se visitar...?


...Figura_31: Se, ali chegados, o que vimos é uma casa em ruínas, a cair, que até se torna perigosa de se visitar? Eu nem publico aqui as fotos do interior, para não ferir susceptibilidades... Mais valia não a incluir no percurso, se não há dinheiro para a recuperar...


...Figura_31: Mas, reparo feito, adelante... Até porque logo à frente vimos umas belas vinhas que mereceram a nossa pose...


...Figura_31: Chegámos novamente ao caminho de ferro, indicador que já tínhamos quase dado a volta. Era tempo de nova foto em grupo... artística, claro!


...Figura_32: Pouco depois tivemos a comprovação: faltavam apenas 1,1 km para regressarmos a Travassô e à Igreja onde o PR se inicia...


...Figura_33: E 1100 metros mais à frente (e cerca de 8,8 kg de limões mais pesados), lá chegámos à aldeia onde as festas da comunhão das crianças haviam já terminado...


...Figura_34: Dirigimo-nos, pois, para o parque de merendas, onde iria decorrer o piquenique final...


...Figura_35: Ocupámos uma mesa sob umas árvores, pois o sol começava a aquecer-nos o corpo (e a alma)...


...Figura_36: E ali mesmo saboreámos umas mines e umas sandócas... Houve também quem levasse à letra a ideia do piquenique, assando chouriço em álcool (boa, Liliana! Que pena não poder comer também...)


...Figura_37: Restava-nos regressar às viaturas (aqui a da Vanessa que nos transportara) e nelas até nossas casas. A sensação era do dever cumprido, mas ainda assim com alguma falta... de alguns km a mais nas pernas!

Aguardem por novas descrições e... Fiquem bem!

3 Comments:

Blogger Phil Mount / Filipe Monteiro said...

I was recommended this blog by my cousin. I'm not sure whether this post is written by him as nobody else know such detailed about my difficulty. You are wonderful! Thanks!

Este comentário foi deixado por um anónimo... Obrigado / Thanks!

07 junho, 2012  
Anonymous Anónimo said...

É um trilho muito bonito, sem dúvida!! Limões?

19 março, 2015  
Blogger Phil Mount / Filipe Monteiro said...

Limões, verdade... É que, durante o percurso, encontrámos umas gentis pessoas que nos ofereceram alguns limões dos seus carregadíssimos limoeiros. E nenhum de nós resistiu a colher alguns daqueles belos, sumarentos e amarelos frutos, confirmando-se que, entre todos, viemos com cerca de 8,8 kg de limões! ;)

19 março, 2015  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home